Entre as mudanças, está a implementação dos itinerários formativos

Escola parceira pronta para o Novo Ensino Médio

As escolas privadas têm um desafio para 2023: adaptar o conteúdo do 2º ano ao Novo Ensino Médio. O atual formato educacional brasileiro entrou em vigor em 2022 para os alunos do 1º ano e agora também passa a valer para os estudantes da turma seguinte. Entre as mudanças que as instituições de ensino precisam realizar está a implementação dos itinerários formativos, que são formados por projetos e disciplinas eletivas.

Em Pernambuco, as escolas parceiras do Sistema GGE de Ensino (SGGE) já estão com o material didático dos segundos anos atualizados.

O SGGE promoveu mudanças no material didático, levando em consideração a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Essas modificações buscaram adequar o conteúdo ao novo Ensino Médio e também ao Sistema Seriado de Avaliação da Universidade de Pernambuco (SSA/UPE), atendendo as cobranças do SSA 2, assim como o conteúdo do 1º ano foi modificado para o SSA 1”, informa o gerente editorial do Sistema, Fellipe Torres.

A principal alteração para as escolas está relacionada às disciplinas eletivas, que são de livre escolha dos estudantes.

Com a mudança, além das oito matérias eletivas que os alunos tiveram acesso em 2022, no 1º ano do Ensino Médio, os segundanistas poderão optar entre as novas disciplinas, como ‘Lei e ordem – o Direito aplicado no dia a dia’, ‘Alimentação revolucionária’, ‘Freud no divã – história e atualidade da psicanálise’ e ‘Economia para leigos: tudo o que você precisa saber’. No total, o Sistema GGE de Ensino oferece 16 disciplinas eletivas”, explica Fellipe Torres.

Professores receberam formação continuada para se adaptarem às mudanças

O gerente editorial destaca ainda que a adequação ao Novo Ensino Médio é um processo que teve início há pouco mais de dois anos.

As escolas parceiras iniciaram um processo gradual de adequação. Em 2021, o material didático referente ao 1º ano chegou aos alunos inteiramente reformulado, dialogando com as competências e habilidades propostas pela BNCC, assim como os novos objetos de conhecimento. Em 2022, esses mesmos ajustes foram feitos no 2º ano, de modo que o estudante que iniciou essa jornada no ano letivo anterior pudesse ter continuidade nos seus estudos”, comenta.

Alunos atentos às novidades no material didático

As mudanças que serão vivenciadas em 2023 são uma extensão de todas as outras que ocorreram nos dois anos anteriores e, para garantir o padrão de qualidade em todas as instituições de ensino, essas modificações foram repassadas para as escolas parceiras através da Formação Continuada de Professores online e presencial promovida pelo Sistema GGE.

Este ano, todas essas mudanças avançam em uma série. O terceiro ano (pré-enem) tem ajustes significativos para adequar ao novo Ensino Médio, o 2º ano tem a adequação ao SSA2, que é a 2ª etapa do vestibular seriado e os alunos também terão acesso à continuação do projeto de disciplinas eletivas. Além das oito opções a que já tiveram acesso no 1º ano, terão à disposição mais 8 disciplinas inéditas. E o 1º ano continua como em 2022, mas com novos ajustes relativos ao SSA1”, finaliza.

Notícias Relacionadas

Feliz Ano Novo!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *