O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM foi divulgado e, para ajudar o futuro universitário na escolha da profissão, elaboramos um Guia especial sobre carreira. Entre dúvidas e certezas, é importante levar em consideração a autoavaliação, objetiva e sincera, e a ampla coleta de informações sobre as profissões desejadas, desde principais características do curso até rotina de trabalho.

“Quando o assunto é escolha da carreira, precisamos refletir sobre quais valores desta profissão seriam capazes de gerar satisfação também em nossa vida pessoal. Vale a pena associar as duas questões na hora da decisão e responder perguntas simples, como: Por que esta profissão me trará felicidade enquanto estiver desempenhando meu trabalho?”, sugere Emanuela Freire, psicóloga do Colégio GGE.

Para aumentar as chances de sucesso na escolha da profissão, o futuro universitário deve alinhar motivações pessoais, também conhecidas como propósito de vida, aos seus objetivos profissionais. E é para isso que este Guia existe: para proporcionar uma visão ampliada do melhor caminho a ser seguido até a tomada de decisão. Cada área contempla perguntas que devem ser respondidas e, no final, relacionadas. Quanto mais realista a resposta for, melhor será o resultado obtido. Vamos lá!

Propósitos Pessoais

Quem é você agora?

Essa não é uma pergunta fácil de responder porque exige uma avaliação crítica de si mesmo e dos relacionamentos com os outros em sua volta. Entenda-se crítica pela análise minuciosa e jamais encare o termo com tom negativo. Para dar um norte, comece pontuando características que reconhece em você e na forma como se relaciona com as pessoas. Por exemplo, se é uma pessoa cuidadosa, responsável, comunicativa, determinada, bem humorada, com senso apurado de justiça e por aí vai.

Outra dica importante para encontrar mais aspectos da sua personalidade, é levar em consideração o que as pessoas dizem ao seu respeito. Não como parâmetro de julgamento, mas como fonte de atributos que também revelam traços de quem você é, através do convívio com o outro. Por exemplo, alguém já comentou sobre a sua coragem, otimismo, autenticidade, persistência, entusiasmo, criatividade ou até sobre o seu perfil de líder na equipe da escola? Pois é, tudo soma para ajudar a desenhar melhor o seu perfil.

Sinalizar atividades que você sempre gostou de fazer é outra maneira de contar mais sobre o seu propósito pessoal. Artes, esportes, dança, tocar instrumentos musicais, ler, jogar games. Enfim, aqui também vale destacar aquelas ações que você não só gosta de fazer, como as desempenha muito bem. Ah! Outro detalhe importante: pontue as atividades que você já pratica, mas também aquelas que deseja muito aprender. Por fim, para completar os propósitos pessoais, inclua o que é mais importante na sua vida e o tipo de pessoas que você mais admira.

Propósitos Profissionais

Quem será você no futuro?

Às vezes é mais complexo responder perguntas sobre nosso estado emocional e desejos do momento do que sobre aspirações futuras. Sonhar deve ser um dos estímulos trabalhados com frequência na escola. Desde a Educação Infantil, de forma bastante lúdica, até o Ensino Médio, quando o foco é realizar a conquista dos ideais de alunos sonhadores.

Com olhar no futuro, vamos exercitar o campo de visualização. Quando você se projeta anos à frente, imagina-se a exercer que tipo de profissão? Medicina, Carreira Militar, Advocacia, Psicologia, Comunicação, Nutrição, atividades ligadas às novas tecnologias? As possibilidades são muitas. Escolhida a área de atuação, seja Biológicas, Humanas ou Exatas, outra pergunta que vale a pena questionar é: Conhece alguém que já atua nesse mercado? Se sim, aproveite para bater um papo sobre as principais atividades que o profissional exerce. Local de trabalho, ferramentas utilizadas no exercício da profissão e desafios do dia a dia são pontos consideráveis para você que busca informações reais e relevantes.

Liste conhecimentoshabilidades atitudes essenciais do profissional da área escolhida. Por exemplo, um juiz de Direito para atuar no cargo não só precisa conhecer bem as leis, como ter segurança ao interpretá-las. Necessita ainda de conhecimento holístico, sobre tudo que acontece na sociedade, para tomar as melhores decisões. Aprovação em concursos públicos bastante concorridos, com provas objetivas e discursivas, que exigem excelente oratória, é outra conquista de quem assume a função. Viu como, para fazer a escolha certa, é importante conhecer a profissão desejada nos detalhes?

Outro ponto relevante e que merece ser considerado na decisão profissional é sobre quem são as pessoas que apoiam a sua escolha. Há na família profissionais da área que poderão ajudar com indicação de vagas de estágio, entre outros apoios no mercado de trabalho? Caso o curso preferido seja em Universidade privada, existe um responsável financeiro disposto a arcar com todos os custos? Esses aspectos também fazem a diferença na hora de definir a graduação.

Por fim, o que não pode faltar jamais é a pesquisa aprofundada sobre as características do curso superior, como: grade curricular com todas as disciplinas a serem estudadas ao longo dos anos e, claro, os prós e contras da graduação após a conclusão de grau. Como está o mercado de trabalho? Oferece boas oportunidades para recém-formados? O salário corresponde às expectativas?

Conclusão

Após respondidas todas essas perguntas e relacionados os propósitos pessoais aos profissionais, a chance de você acertar na escolha da profissão e ser um profissional bem sucedido é grande. Outro passo importante é, se você ainda está em fase de aquecimento para o vestibular, invista em excelente curso preparatório capaz de trazer para perto a tão sonhada vaga e boa sorte!

Baixe o Guia para visualizar melhor as perguntas, respostas e escolha da profissão

Notícias Relacionadas

0 respostas

Deixe uma resposta

Deseja deixar um comentário?
Seu comentário será bem vindo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *